Huaraz, o melhor local para turismo de natureza

Huaraz, o melhor local para turismo de natureza 1200 800 Go2Andes

Huaraz, a meca do turismo de aventura no Perú, encontra-se localizada a 3100 metros acima do nível do mar, na serra da região de Áncash, entre a Cordilheira Negra e a Cordilheira Branca dos Andes. Devido a sua localização geográfica, considera-se Huaraz como um dos melhores destinos para o turismo de natureza. Nesta região temos inúmeros circuitos de trilha (caminhadas de apenas um dia ou de vários), muitos picos nevados de entre 5000 e 6000 metros ⎯que são atraentes internacionalmente tanto para especialistas como por pessoas inexperientes no mundo da escalada⎯, vários circuitos de mountain bike e sítios arqueológicos importantes tais como Chavín de Huántar. Além disso, Huaraz esta se introduzindo aos poucos no birdwatching ou turismo de observação de pássaros.

Huascaran

Como chegar?

 Vía terrestre:

 Lima – Huaraz

Huaraz fica a 408 quilômetros ao nordeste da capital: Lima. O percurso todo é pavimentado e segue-se pela Panamericana Norte até chegar a um povoado chamado Pativilca, depois vira-se para uma rodovia que leva até Huaraz, também conhecida como a “Capital da Amizade Internacional”. Há transporte público interestadual autorizado, cumprindo todos os protocolos de segurança para esta e outras rotas. Entre as empresas de transporte mais recomendadas estão: Cruz del Sur, Oltursa, Civa e Móvil Bus.

Trujillo – Huaraz

Huaraz fica a 310 quilômetros ao sudeste da cidade de Trujillo. A viagem começa percorrendo a carreteira Panamericana, passando pelas cidades de Chimbote e Casma até virar em direção à Cordilheira Negra, fazendo um percurso total de aproximadamente sete horas. As empresas de transporte que fazem este percurso são: Línea e Móvil Bus.

Vía aérea:

No momento, o serviço de transporte aéreo de Lima para Huaraz está suspenso, mas há possibilidade de abertura antecipada de voos pela companhia aérea ATSA.

Quando visitar?

Huaraz faz parte da cordilheira tropical mais alta do mundo, por isto, tem um clima temperado de montanha que vai entre os 20 a 23 ° C durante o dia e 6 a 12 ° C à noite. Julho é o mês mais frio e fevereiro e março os mais chuvosos. Existem duas estações bem diferenciadas: a seca e a chuvosa.

Estação seca de maio a setembro

Esta é a melhor época para viajar a Huaraz e ao Callejón de Huaylas devido à ausência de nuvens que permite ver o esplendor do céu azul e das montanhas ao mesmo tempo em que se pode praticar atividades ao ar livre como trilhas curtas, caminhadas de vários dias na Cordilheira Branca ou na Cordilheira Huayhuash, escaladas em rocha ou gelo, esqui, circuitos de mountain bike, parapente e muito mais.

Puya Raimondi, Pastoruri

Estação chuvosa de outubro a dezembro

  • Estação chuvosa de outubro a dezembro: Estes meses marcam o início da estacão chuvosa, em que a pequena quantidade de precipitação ainda permite fazer trilhas de vários dias e escaladas em picos de neve de mínima dificuldade.
  • Estação chuvosa de janeiro a abril: Nestes meses chove todo dia a partir das 15h aproximadamente. Embora as montanhas tenham mais neve, várias cachoeiras fiquem ativadas nos recôncavos e tudo seja mais verde, não é recomendável fazer caminhadas de vários dias. Recomenda-se visitar os atrativos turísticos de mais fácil acesso e começar esses passeios bem cedo para aproveitar o sol da manhã.

O que fazer em Huaraz?

Sendo Huaraz a maior cidade da serra na região Áncash, oferece muitos serviços básicos e de qualidade no setor do turismo, ao mesmo tempo em que é ponto de partida para os diferentes atrativos do Callejón de Huaylas, do Callejón de Conchucos, da Cordilheira Branca e da Cordilheira Huayhuash. A geografia de Huaraz permite-nos estar rodeados por picos nevados, ribeirões glaciais, lagoas de diferentes tonalidades e sítios arqueológicos importantes como Chavín de Huántar, Recuay e outros.

As atividades que podem ser realizadas são caminhadas de apenas um dia para lagoas, mirantes e sítios arqueológicos e caminhadas de vários dias que incluem circuitos de vários lagos e riachos muito próximos das montanhas nevadas. Além disso, há picos para circuitos de escalada como Huascarán, Chopicalqui, Pisco, Vallunaraju, Tocllaraju, Ishinka e múltiplas rotas para mountain bike.

Visitar alguns desses locais é fácil e se pode fazer por conta própria, com um veículo particular ou contratar os serviços das agências de viagens que organizam várias das excursões mencionadas no dia a dia. Para as atividades de aventura é recomendável contratar uma agência de viagens experiente.

Punta Olímpica, Cordillera Blanca, Huaraz

Locais turísticos

Os pontos turísticos podem se adaptar facilmente aos interesses de cada pessoa; assim, existem opções de circuitos convencionais e circuitos de aventura.

Entre os circuitos convencionais temos os lagos Llanganuco, Parón, Querococha, Llaca, Radián e Pastoruri; os sítios arqueológicos Chavín de Huántar, Wilkawain, Honkopampa; o Museu Regional de Huaraz; o Cânion do Pato etc. Cada um deles pode ser visitado em apenas um dia atrade carro particular ou contratando um serviço de agência de viagens, não exigindo muito esforço físico. No seguinte link podem se achar maiores informações sobre esses locais.

Entre as atividades de aventura mais populares estão os lagos 69, Churup, Rajucolta, Wilcacocha; a trilha de Santa Cruz, o famoso circuito da Cordilheira Huayhuash etc. Esses passeios são tão atraentes e interessantes quanto os circuitos convencionais, mas exigem maior esforço físico já que incluem caminhadas de um ou vários dias, escaladas em rocha e gelo, passeios de bicicleta, corridas de montanha, entre outras. Todas essas atividades são feitas na Cordilheira Branca, na Cordilheira Negra e na Cordilheira Huayhuash. Para maiores informações procure nosso blog: Os dez melhores roteiros de um dia só para percorrer em Huaraz.

O que comer?

Nos últimos anos, a culinária peruana vem sendo reconhecida internacionalmente graças a chefes renomados como Gastón Acurio e Virgilio Martínez.

Embora seja verdade que a maioria dos melhores restaurantes se encontram na capital, Lima, sua influência está chegando a Huaraz e ao Callejón de Huaylas. Ali podemos encontrar uma variada oferta de comida regional, nacional e internacional, bem como cafés, pizzarias, restaurantes especializados em frutos do mar e também comida oriental com o jeito e os ingredientes nacionais (chifa), country break etc. Mas se existem iguarias que não podem faltar na experiência de viagem a Huaraz, são a pachamanca, o picante de cuy, o chicharrón de porco e o cevichocho, pratos emblemáticos desta região.

Gastronomía de Huaraz

Aqui há uma pequena lista de restaurantes sugeridos:

Trivio Resto Bar Serra Andina, Creperie Patrick, El Encuentro, Rinconcito Minero, El Tío Enrique, Chilli Heaven, Manka Artisan Fusion, La Casa de Zarela Thai Food, Jama Restaurant, Antuco Pizza, My Comedy Pizzeria, El Fogón, Pizza Bruno, El Taita, Recreo Pilatos, Kay Pacha, recreação sertaneja, entre outros.

É tradicional aos domingos almoçar na antiga Rua José Olaya, onde podem se achar muitas barracas de comida com pratos tradicionais como a pachamanca, o picante de cuy, llunca de galinha, puchero, papacashki, o delicioso mingau de abóbora, a chicha de jora (cerveja de milho) e a chicha morada.

Ê importante lembrar que uma viagem bem planejada pode ajudar a conhecer melhor um lugar. A agência Go2Andes possui vasta experiência para planejar uma visita a esta maravilhosa terra de montanhas gigantes de forma segura. São respeitados todos os protocolos da Covid-19 para a segurança dos viajantes.

NÓS VAMOS ESPERAR POR VOCÊ. ENTRE EM CONTATO!

Compartir:

×